domingo, 1 de março de 2015

RIO 450 ANOS!



Foto: Fernando Maia | Riotur




Sou carioca da gema.

Nasci no Rio de Janeiro, em Botafogo, no Hospital Samaritano. Vivi 39 anos na Cidade Maravilhosa, a maior parte destes no Flamengo, alguns outros no Cosme Velho e em Laranjeiras.



Não faz parte dos meus planos voltar a morar no Rio (mas posso, pois nada é impossível e nunca se diz nunca). Mas continua e sempre continuará sendo meu destino favorito de viagem, férias ou passeios. Não só pela beleza e efervescência mas pelos grandes amores que lá deixei: família e amigos.


O que mais me faz falta é isso, pois apesar de sempre tê-los por telefone ou virtualmente, chope virtual não tem a mesma graça, nada se compara nem substitui aquela conversa num buteco, um abraço apertado ou trocar dois beijinhos quando a gente se cumprimenta... 

Confesso que me acostumei a coisas simples (que para um carioca parecem mais surreais do que a cidade surreal), como por exemplo: 

Poder usar meu celular na rua sem ter que estar segurando ele com força com as duas mãos e de forma nervosa e com medo de que me arranquem ele das mãos...

Levantar da mesa de um restaurante ou bar tranquila, sem ter que dizer para alguém: "minha bolsa tá aqui, fica de olho pra mim?" 

Confesso que em 5 anos, perdi meu estresse urbano, um pouco do meu sotaque e parte da minha "malandragem", não tenho mais o olho treinado para atravessar a rua ou descer do ônibus no momento certo para não ser assaltada, por exemplo... 

Mas meu coração é e será carioca sempre!!!

Óbvio que quando vejo imagens da minha terra dá aquela dorzinha no peito... 

Misto de saudade, nostalgia, perda e amor... 

Não aquele amor romântico do tipo: "Minha terra tem palmeiras onde canta o sabiá, as aves que aqui gorjeiam, não gorjeiam como lá"... 

Conheço o Rio muito bem, qualidades e defeitos... A delícia e a dor de se morar nele... 

O suficiente para amá-lo de verdade, com a consciência de que está muito longe de ser a cidade perfeita, e é exatamente isso que a torna tão maravilhosa.

RIO EU TE AMO !!!

Parabéns Cidade Maravilhosa e todas as pessoas guerreiras que moram no Rio de Janeiro!



3 comentários:

  1. Nada como ar pra casa

    ResponderExcluir
  2. Tenho orgulho de ser carioca. A beleza natural impossível nao citar e orgulhar-se. Tenho paz toda vez que posso pegar o metrô num dia ensolarado e ir a praia, sentir o vento, olhar as pessoas tão diferentes mas ao mesmo tempo tão iguais. O Rio têm sua beleza, seu charme e seu encanto. Mas o que mais me orgulha é fazer parte de um povo que não perde o bom humor mesmo no caótico trânsito da cidade, que sorrir e acolhe tão bem os visitantes. Que consegue se divertir mesmo com as restrições causadas pela violência. Que se solidarializa com o outro. Tenho orgulho de ser carioca principalmente por, em meio a tanta coisa errada nessa cidade maravilhosa, ainda ter otimismo e esperança de um dia ser tão maravilhoso quanto já foi.

    ResponderExcluir
  3. Di, você pode ter perdido muitas coisas mas não a "malandragem". kkk E isso é um elogio. Mas, no fundo, não perdeu nada, apenas trocou. E foi uma troca mais do que justa já que foi feita por amor. Seus amigos sempre estarão lá, o Cristo sempre estará lá, e todas aquelas belezas que tenho até vergonha de dizer que ainda não conheço. 48 anos nas costas e nunca fui para o Rio. Triste. Console-se com o meu caso. Sou paulista, morei por mais de 30 anos em Sampa, aquela cidade "inóspita e feia", segundo Pedro Bial, e saí de lá por um motivo bem banal, que não foi o amor. E morro de saudades daquele caos. Sinta-se feliz por estar onde o coração mandou. O "Rio de Janeiro continua lindo" e vai sempre estar lá, como o Cristo, de braços abertos pra você. Nem que seja para uma visitinha. Beijo grande. Mery

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário, sua opinião é muito importante!