sexta-feira, 4 de junho de 2010

AMADORA 3

Não vou calar o sexo
nem achar um nexo
pra você
Mergulho difusa
umbigos lânguidos
peito fundo em gemidos
onde deitam seus cabelos compridos
e sua língua incisiva
Suas mãos me passeiam
turvelíneas
tremores e zumbidos
Nossos sexos se colam
se embolam
num arrepio
Pulsações cadenciadas
pernas
ventres
bocas
que se mesclam
compulsivas
em ser mais e mais
uníssonas
Seios que tecem
que sobem e descem
em devoção que devora
incontida
e se mantém desperta
imersa
em prece
infinda

3 comentários:

  1. Ulala!

    Ainda na cor do pecado, que é pra dar um barato a mais :P

    ResponderExcluir
  2. Lindo!
    A sua sensibilidade no modo como você descreve o ato, a paixão, a sede...
    Remente lindo!

    ResponderExcluir
  3. deu até vontade agora...rsrsrs...muito legal...bjsss enormes Di!!

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário, sua opinião é muito importante!