quarta-feira, 10 de março de 2010

AR 15

Pintura: Vincent Van Gog - A Noite Estrelada (De Sterrennacht) 

EXISTE ALGO DE FERA
QUE ME FAZ PESTANEJAR
O SIM
DAS MÁQUINAS
EM CADA ESQUINA
EXISTE ALGO DE QUIMERA
QUE ME TRÁS
OS MONTES
QUANDO PASSO DA LINHA
EXISTE ALGO QUE REVERBERA
MEU NOME
NUM URRO DE AR-15 SUBINDO
NOS MORROS-VIADUTOS-CONDOMÍNIOS
AS DROGAS CHEGARAM
E ESTÃO AQUI
NAS CABEÇAS-FACETAS-ESCOPETAS
QUERO COMPRAR A SALVAÇÃO
QUERO COMPRAR O PERDÃO
MAS NA IDADE-MÉDIA PÓS MODERNA
DIFÍCIL É TER FÉ,
NÃO ABSOLVIÇÃO
E A SOLIDÃO
É APENAS SER EU MESMA
MINHA PRÓPRIA INQUISIÇÃO

2 comentários:

  1. Putz ! Agora vc matou a cobra e mostrou não só o pau como a cobra morta tb.

    Ô mulher porreta !

    Beijão.

    ResponderExcluir
  2. Ai eu li um monte de vezes tentando desvendar oq estava sentindo quando escreveu...mas ai percebi que não sei se vc escreve pq cria ou pq sente...

    Tah ai uma dúvida minha: O q te faz escrever? Sentimentos ou histórias criadas? ou os dois..rs

    Beijos linda!

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário, sua opinião é muito importante!