sábado, 27 de fevereiro de 2010

EM PAPEL E TINTA, UM SONHO QUE SE TORNA REALIDADE

 
Foto by Tata Barreto



Engraçado…

Logo eu, sempre tão verborrágica, que escolhi trabalhar e amar as palavras, estou absolutamente sem fala.

As sílabas me faltam.

Roubadas por uma emoção sem igual.

Tem uma imagem, na verdade uma cena que não me sai da mente: Quando eu tinha o quê? Uns 14 anos… Assisti “De Volta para o Futuro” pela primeira vez. No final, depois que tudo se transforma, e o pai se torna um bem-sucedido… Escritor.

E recebe uma caixa de livros que escreveu.

Lembram?

Ele abre a caixa de papelão e tira um dos vários livros idênticos de dentro…

Naquele exato momento, meus olhos se arregalaram na escuridão do cinema, e com um bater de asas acelerado no peito, pensei: “Um dia, também vou receber uma caixa com livros meus.”

Depois esqueci, obviamente. Não persegui. Sequer me lembrei deste sonho de adolescente.

Agora, quase 25 anos depois…

A tal caixa chegou. Com mais 3 idênticas.

Abri a porta, pedi que o carregador as colocasse na mesa.

Calma por fora, pura ansiedade por dentro.

As caixas fechadas. Depois, uma aberta, os livros aparecendo.

Peguei um. Olhei, revirei, cheirei…
(Acho que só não babei porque molhar papel não é muito coerente…)

Meu primeiro livro.

“Somente a ausência de palavras
É capaz de descrever
Momento em que
Se ouve
Plenamente
O gargalhar
Do coração…”

Dani (Danieli Hautequest, revisora, editora e responsável pela programação gráfica do livro) estava online comigo desde cedo, incansável como sempre…

Minha namorada, via rádio do celular, lá em SC, também.

Eu não conseguia parar de repetir: “Não acredito! Não acredito! 
Minha ficha ainda não caiu…”

Mas era só o começo.

Abri os emails com os pedidos de autógrafos… Mensagens absolutamente carinhosas, maravilhosas…

Várias vezes precisei parar, de tanto que me emocionei.

Um retorno que não tem preço.

Quantas vezes pensei em desistir, em parar de escrever?

Nem sei.

Cansada, exausta, passando por mil e um atropelos.

Em todas e cada uma dessas vezes, uma mensagem, um comentário, um email… Trazendo o sorriso de volta aos meus lábios, me dando energia, vontade de continuar, me fazendo ver que valia a pena.

Como diz o meu mestre, o Doutor Daisaku Ikeda:

“Não existe vitória sem luta.”

Pura verdade!

Está aí o resultado.

Palpável.

Em papel e tinta, um sonho que se torna realidade.
(Texto Escrito em Novembro de 2009)


Aviso sobre direitos autorais: Copyright © 2009 por Diedra Roiz
Todos os direitos reservados. Você não pode copiar (seja na íntegra ou apenas trechos), distribuir, disponibilizar para download, criar obras derivadas, adaptações, fanfictions, nem fazer qualquer uso desta obra sem a devida permissão da autora.  

4 comentários:

  1. Diiiii que maravilha!!!
    Um blog até que enfim...
    Já tá lá nos meus favoritos do blog!!!!

    Sucesso por aqui tb!!!!

    bjokitaaaxxx...

    ResponderExcluir
  2. Deve mesmo ser uma emoção muito legal fechar um trabalho com sucesso, né?
    Espero que seja só a pontinha do seu iceberg.
    Toda sorte!
    Bom te ler na blogosfera.
    Xêro!

    ResponderExcluir
  3. olá, Diedra!

    Aos poucos vou conhecendo o seu trabalho como escritora, através do Abcles e do seu livro cuja escrita faz com que eu queira lê-lo de uma vez só. Com o blog penso que conhecerei mais de você. Que bom! Seu blog já está aqui, entre meus favoritos, e também vou colocá-lo em meus dois blogs de poesias (Fragmentos, de Hannah Abraão; e Cadeira de Balanço, Sarah Amin).
    Um beijo e mais sucesso!

    ResponderExcluir
  4. Nick,
    Resolvi botar o medo de lado, amiga!
    To adorandoooooooooooo
    Valeu a ajuda ontem, vou explorar vc agora... kkk
    BJ super gigante!


    Mallika,
    Putz!
    É uma sensação muito ambígua... Realização e fim... Sabe como?
    Espero sentir mais vezes! hehehe
    Uma honra te ter aqui, viu?
    Seu blog me inspira!
    BJ ultra gigante!


    Hannah,
    Demorei um tempo, mas finalmente compreendi q o blog é um canal muito mais direto.
    Ta sendo absolutamente gratificante, nossa!
    Espero te ter aqui sempre, viu? E se puder ir comentando e me dizendo principalmente o q falta e n está bom...
    Brigadíssimo, linda!
    BJ hiper gigante!

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário, sua opinião é muito importante!